espaço — pequeno: Subjetividade, Cinema e Foucault

Dia 12 de Dezembro  às 19h o espaço—pequeno vai acontecer no andar de cima da Galeria Boavista, com o encontro “Subjetividade, Cinema e Foucault” , integrando o projeto “Ora Bolas, há espaço, vamos usa-lo” da Demi Monde, coletivo que ocupa o quarto andar esquerdo do edifício Boavista.

“Subjetividade, Cinema e Foucault” com Fábio Zanoni é um encontro que existe no espaço do Seu Vicente já há um ano. A proposta de partilha é assistir um filme, e depois ler em conjunto um texto elaborado pelo Fábio,  e abrir uma reflexão acerca dos temas propostos no filme e no texto, a partir de uma perspectiva de Foucault.

Para esse dia…

O que os últimos acontecimentos políticos na Grécia teriam em comum com filmes como Outubro, Os intocáveis e Falcão Negro em Perigo?  E, de modo geral, o que o cinema teria a ver com a política atual? Da perspectiva em que nos situamos, os homens só pensam e agem a partir de narrativas. São elas que tornam o tecido social predisposto para um determinado tipo de intervenção. Elas não são nunca, portanto, supervenientes aos modos de nos relacionarmos conosco e com os outros. Por isso, se quisermos compreender determinados acontecimentos políticos da contemporaneidade, cumpre nos voltarmos para as modalidades de enunciação que os tornam pensáveis e para os tipos de conduta que estes dizeres produzem.

O encontro é aberto a todos que queiram participar.

“SUBJETIVIDADE, CINEMA E FOUCAULT” COM FÁBIO ZANONI DIA 12 DE DEZEMBRO ÀS 19H NA GALERIA DA BOAVISTA

apoio: Tapada da Tojeira/Azeite da Tojeira

Anúncios

Sobre seuvicenteresidencias

O coletivo qualquer é formado por Luciana Chieregati(BR) e Ibon Salvador(País Basco). Tem como foco de investigação a dança e como a prática e a teoria caminham na mesma direção, entendendo as diferenciações como possibilidades de novos entendimentos a partir da criação de redes e hibridações. Seu Vicente Residências Artísticas é sua casa, onde são os residentes permanentes e porteiros. Fazem parte da equipa do c-e-m(centro em movimento) que com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, tem como horizonte fazer desse espaço, um lugar de convivências, encontros e compartilhamento de idéias acerca da contemporaneidade, recebendo ali artistas, filósofos, jardineiros, empregados de mesa e quem tiver vontade de pensar relações e estares.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s